arquitetura

 

Arquitetura Ordem Coríntia

Arquitetura Ordem Coríntia


Esta página está em construção, e ainda não foi formatada, Escritório de Arquitetura Patricia Mellilo - Fazendo do seu
Projeto a Arquitetura da Construção de sua Casa a realização do seu Sonho. Rua Coronel Rodrigues Simões n 620 São Manuel - SP. Visite nosso novo site www.patriciamellilo.com.br ou entre em contato pelo telefone (14) 3841-5334 ou pelo e-mail patriciamellilo@gmail.com

Saiba mais sobre Decoração para sua Casa, e Trabalho de arquitetos e arquitetas na construção e projetos de Casas e Construção.

No período clássico (séculos V e IV a.C.), a arquitetura grega atingiu seu ponto máximo. Aos dois estilos já conhecidos (dórico e jônico) veio se somar um outro, o coríntio, que se caracterizava por um capitel típico cuja extremidade era decorada por folhas de acanto.

A ordem Coríntia apareceu no século IV a.C. e se caracterizou sobretudo pela forma do capitel. Há uma lenda que explica a origem desse estilo. Diz a lenda que certa vez, uma bela jovem Coríntia fora enterrada em campo aberto; sua ama colocara sobre o túmulo um cesto coberto de telhas, contendo objetos que a jovem mais queria. Na primavera seguinte, brotaram no lugar alguns pés de acanto. encontrando os obstáculos das telhas, as folhas dobraram-se, formando volutas incompletas. Inspirado nesse motivo - continua a lenda -, um arquiteto grego chamado Calímaco teria criado a nova ordem. Na verdade, porém, o estilo conríntio parece ter sido importado do Egito, onde já existiam templos cujos capitéis eram decorados com motivos florais.

Embora o período áureo da arte grega tenha terminado por volta de 400 a.C., a ordem conríntia só se afirmou uns 200 anos depois, quando a Grécia já havia perdido muito de sua força e importância.

Tirando a forma do capitel, os demais elementos da ordem Coríntia são muito parecidos com os da Jônica, como, por exemplo, o fuste estriado, a coluna assentada numa base e a arquitrave dividida em três partes. A coluna é um pouco mais esguia: sua altura é igual a até 11 vezes o diâmetro. A ordem Coríntia, por sua própria natureza, exigia dos escultores muita habilidade para ornamentarem os capitéis com duas ou três carreiras de folhas e volutas, estas últimas se enrolando acima das folhas.

O templo de Olympeion de Atenas começou a ser construído em 170 a.C, e só terminou muito tempo depois. Dedicado a Zeus Olímpico, foi o maior edifício coríntio, restando apenas ruínas do templo. Esse estilo seria mais tarde retomado e modificado pelos romanos, que procuravam o luxo e a ostentação.

Saiba mais acessando http://www.patriciamellilo.com.br

Leia mais em:

Neoclassicismo

Neoclassicismo

Romantismo

Romantismo

Modernismo

Modernismo

Estilo Rococó

Estilo Rococó

Arquitetura Barroca

Arquitetura Barroca

Arquitetura Maneirista

Arquitetura Maneirista

Arquitetura Bárbara

arquitetura Bárbara

Arquitetura Inca

arquitetura Inca

Arquitetura Africana

arquitetura africana

Arquitetura Khmeriana

Arquitetura Khmeriana

Arquitetura Egípcia

Arquitetura Egípcia

Arquitetura Gótica

Arquitetura Gótica

Arquitetura Ordem Coríntia

Arquitetura Ordem Coríntia

Arquitetura Ordem Dórica

Arquitetura Ordem Dórica

Arquitetura Ordem Jônica

Arquitetura Ordem Jônica

Arquitetura Mesopotâmia

Arquitetura Mesopotâmia

Arquitetura Maia Asteca

arquitetura maia asteca

Arquitetura Renascentista

arquitetura renascentista

Arquitetura Românica

arquitetura Românica

Arquitetura Bizantina

arquitetura bizantina

Arquitetura Pré-Histórica

arquitetura Pré-Histórica

Arquitetura Romana

arquitetura romana

Arquitetura Russa

arquitetura russa

Arquitetura Japonesa

arquitetura japonesa

Arquitetura Islâmica

Arquitetura Islâmica

Arquitetura Indiana

Arquitetura Indiana

Arquitetura Grega

Arquitetura Grega

Arquitetura chinesa

Arquitetura chinesa

Arquitetura

Arquitetura